Educação Política Slideshow — 19 agosto 2017

Um rápido olhar sobre a China; da antiguidade, idade média e idade moderna.

 

Wo ai zhongguoWo ai Zhongguo (Eu amo a China)

China Antifa

 A abordagem que faremos agora é sobre a Idade de Ouro da China, mostrando feitos da Dinastia 宋 Song, do Norte e do Sul.

Segundo alguns autores o desabrochar do crescimento material durante os três século da Dinastia Song o pesquisador obrigatoriamente vai procurar saber um poco mais dessa nação fantástica que é a China,    ”中国” (Zhongguo; China), uma nação singular, com um povo diferente que ainda guarda algumas tradições e costumes que os ocidentais não aprovam, porém já convivem às vezes “juntos e separados”.

É assim mesmo; basta pensar em compartilhar uma mesa “popular” na hora da sopa; para demostrar satisfação, o chinês faz um barulho sugando a comida e conversando ao mesmo tempo, para quem estiver junto há de fingir que também está satisfeito.

                                china Z,    china Z

 “你吃了吗”

( “Nǐ chī le ma”; Você ja´comeu? )

15-nao-faca-barulho-ao-comer-macarrao-no-aviao-1483995515089_956x500

Para o chinês, comer é uma festa, mesmo hoje em dia, ainda que a China não disponha de uma quantidade alimentos compatíveis com as necessidades da sua população, assim mesmo a situação alimentar dos chineses está bem melhor que nos anos da grande Revolução Cultural Proletária dessa maneira há de festejar cada momento degustando um prato de comida; naquela época houve entre 20 à 40 Milhões de mortes por falta de alimentos e outros problemas correlatos.

Cada país tem uma tradição, e na China há um ditado: tudo que tá no mar e não é navio, tudo que tá na terra e não é carro, tudo que voa e não é avião, é comida.

Sabemos que nem todo chinês come animais domésticos (cachorro,cobra, rato etc.) eles gostam mesmo é de carne de porco e carne de frango.

Vamos dar um rápido olhar sobre a China com 1.350.000.000 人口 (Ren Kou;  População) se  tivermos de comparar a população  ocidental com a população chinesa diríamos que é de  assombrar, o 中国人 ( zhongguo ren; chinês); é de arrepiar imaginar como tantas pessoas conseguem conviver num mesmo espaço sem convulsão aparente.

A nação chinesa sempre viveu entre autos e baixos, atualmente o mercado chinês tem estado em visível calma, mantendo uma produção razoavelmente boa e com uma melhor qualidade em seus manufaturados.

A China teve seus grandes feitos durante a Dinastia Song, os do Norte e e e o do Sul; essa época foi chamada de “Idade de Ouro da China”

(Por / Yi Chang)

Song_Taizu

(Imperador Taizu (em chinês: 太祖; 21 de março de 927 – 14 de novembro de 976)

Os três séculos de domínio Song, 宋 a China atesta uma anomalia. Essa época foi por outro lado, extremamente criativa.

Então a China evoluiu muito mais rápido que o resto do mundo em termos de tecnologia, filosofia política produção material,livros impressos, pinturas governo e cultura de elite. O sistema de exames para o serviço civil  que já eram praticados à época são exemplos da proeminência da China.

Paradoxalmente, foi justamente durante esse período da expansão chinesa que conquistadores tribais oriundo da Ásia Interior, começaram gradualmente assumir o controle administrativo e militar do Estado e do povo chinês.

Mandarim

A pergunta que se faz é se estariam tais realizações culturais na época dos Song relacionadas à dominação não-chinesa? é uma questão central e complexa. Por outro lado houve momentos em que o Imperador não se empenhava em mandar força militar afim de conter invasores.

Portugal foi a Primeira nação a fazer comércio com a China; fundou Macau, 澳门; pinyin: Àomén, romanização. (pouquíssimas pessoas sabem que foram os portugueses quem batizaram a língua chinesa de Mandarim.)

No ano 960 o comandante da guarda do palácio da última das Cinco Dinastia do Norte foi aclamado por suas tropas como o novo imperador ( 皇帝; em pinyin: Huángdì) que eram chamado de “filho do céu” 天子 (Tianzi), um título criado na dinastia Zhou.

Dessa forma Zhao Kuangyin  ( 趙匡胤 ) fundou a Dinastia Song. assim que foi aclamado Imperador, Zhao aposentou os generais e substituiu os governadores por funcionários civis, sabiamente concentrou as tropas especiais no exercito palaciano, construiu uma burocracia composta de diplomados por meio de exames e centralizou a arrecadação.

Com o controle dos militares e o estabelecimento de um novo poder civil a administração foi exemplarmente estabelecida.

O século e meio durante o qual os Song do Norte ocuparam o poder ( 960 – 1126 ) foi um dos período mais criativos da China, comparado de certo modo à Renascença que na Europa só começaria dois séculos depois.

A avaliação do lugar estratégico ocupado pelos Song na história da China requer a adoção de diferentes abordagens. A primeira seria sob o plano do crescimento material urbano e demográfico referente à tecnologia, à produção e ao comércio interno e externo.

Note que a população da China atingiu cerca de sessenta milhões de habitantes em meados do período Han (por volta de 2 d.C.).

Depois de sofrer um provável declino na era da desunião ela parece ter chegado de novo entre cinquenta e sessenta milhões na época da dinastia Tang, no início dos anos 700.

Já no início da dinastia Song ela voltou a crescer para cerca de cem milhões e permaneceu estável e no decorrer do tempo chegou atingiu cento e vinte milhões no século XII.

A População provavelmente seria distribuída com aproximadamente 45 milhões ao norte do rio Huai e 75 milhões ao longo do Rio Yangzi e em direção ao sul.

O crescimento da população urbana acarretou um desenvolvimento espetacular. Kaifeng ( 开封 ) centro político e administrativo dos Song do Norte, mantinha uma grande concentração de funcionários e pessoal de serviço, tropas e parasitas atraídos pela corte.

Essa cidade tinha apenas quatro quintos da superfície da capital Tang, Changanmas era três vezes maior que a Roma antiga.

No ano 1021, a sua população intramuros era de aproximadamente 500 mil habitantes; se incluirmos os subúrbios seria cerca de 1 Milão de habitantes. em 1100 a população civil era de 1.050 mil e somando aos militares totalizaria 1,400 milhão.

Essa imensa concentração urbana só podia ser alimentada na medida que Kaifeng se encontrava próxima à junção do primeiro Grande Canal com o Rio Amarelo (O  Vale do Huang he 黄 河) que comandava o transporte fluvial por barcaças desde o celeiro de grãos do baixo Yangzi (Yangtzé).

O comercio inter-regional era facilitado por transportes baratos através do Grande Canal, do Yangzi, seus afluentes e lagos de outros rios e sistemas de canais. Era um sistema de transportes muito barato mesmo; esse tipo de transporte  hidroviário estendia-se por 48 mil quilômetros; criando a mais populosa área de comercio do mundo.

O comercio exterior sempre foi um derivação desse grande comércio interno da China.

Em Kaifeng, a indústria cresceu; em primeiro lugar, para atender às necessidades do governo. Por exemplo; o Norte da China tinha então extensos depósito de carvão e de ferro, que podiam ser transportados muito a baixo do custo por via aquática para a capital.

Naquela época, século X d.C. a exaustão dos recursos florestais forçou os chineses lançar a mão ao carvão mineral para a fundição de ferro nos alto-fornos de coque. Alem disso, o fero fundido assim produzido permitiu que os trabalhadores do ferro da dinastia Song desenvolvessem uma técnica de eliminação do carbono para produção do aço.

No ano 1078, o Norte da China já produziu cerca de 114 mil tons de ferro-gusa; algumas contradições*; é que a Inglaterra; sete séculos depois iria produzir apenas 57 tons.

Com isso a China produziu cotas de malhas e armamentos feitos em aço e acelerou a indústria da guerra. Anteriormente usavam-se uma artilharia sob a forma de catapulta para as guerras de sítio, com a pólvora abundante e babu flechas e lanças incendiárias eram empregadas também.

O aprimoramento da tecnologia de guerra dos Songs proporcionou uma certa segurança intramuros para os Song do Norte. Infelizmente para eles a sua tecnologia foi copiada os invasores Ruzhen, estabeleceram sua dinastia Jin no Norte da China depois de capturar Kaifeng, em 1126. Uma nova capital Song foi logo criada no Sul, em Hangzhou.

Em seu apogeu no início do ano 1200, a grande capital dos Song do Sul estendeu-se  por mais de 32 quilômetros, ao longo do estuário do rio Quantang.

*A contradição com da  China do século XI com a China do século XVIII; refere-se a quantidade de armamentos que existia naquele pais e de como retrocedeu a ponto da Inglaterra destroçar as embarcações que se propunham a conter a Armada Inglesa que culminou com a tomada do Porto de Hong Kong.

 

 

 

 

(Por / Yi Chang)

Hangzhou_article

hangzhou.530x298Maior ponte marítima do mundo em Hangzhou - China

 

Cristal city China

China uma nova História;J.K.Fairbank/Merle Goldman
Yi Chan:.
( Por / Yi Chang)

 

INICIANDO NÚMEROS EM MANDARIM

1: escrito como () ou , pronunciado como [iii] chama-se de pronúncia no primeiro ton, o som contínuo.

2: escrito como () ou èr, pronunciado como [arr] chama-se de pronúncia no quarto ton, o som forte e rápido.

3: escrito como () ou sān, pronunciado como [saan] chama-se de pronúncia no primeiro ton, o som contínuo.

4: escrito como (四) ou , pronunciado como [ssuh]  chama-se de pronúncia no quarto ton, o som forte e rápido.

5: escrito como (五) ou , pronunciado como [wuu] chama-se de pronúncia no terceiro ton, o som começa médio abaixa e sobe.

6: escrito como (六) ou liù, pronunciado como [lii-you] chama-se de pronúncia no quarto ton, o som forte e rápido.

7: escrito como (七) ou , pronunciado como [chi] chama-se de pronúncia no primeiro ton, o som continuo chiiiiiiii.

8: escrito como (八) ou , pronunciado como [baa] chama-se de pronúncia no primeiro ton, o som contínuo baaaa.

9: escrito como (九) ou jiǔ, pronunciado como [jii-yu] chama-se de pronúncia no terceiro ton, o som começa médio abaixa e sobe.

10: escrito como (十) ou shí, pronunciado como [sh] chama-se de pronúncia no segundo ton, o som começa leve e e aumenta como se tivéssemos perguntando algo.

100:    escrito ( 百 )  bai;   pronuncia-se (baai) chama-se de pronúncia no terceiro ton, o som começa médio abaixa e sobe. 

Uma vez que você tenha dominado os números de 1 a 10, poderá continuar a contar com dígitos duplos ao falar o número na posição das dezenas seguido pela palavra shi e pelo número na posição das unidades. Por exemplo:

O número 11 é escrito como (十 shí yi, o que significa, literalmente, “uma vez dez mais um”. O número 20 é escrito como ( 十) er shí, ou, literalmente, “duas vezes dez”. O número 19 é escrito como (十九) shí jiǔ, ou “dez mais nove” A palavra para o número cem (100 ) no mandarim é (百)  yi baǐ; quer dizer um vez cem   200 é  como (二 百) èr baǐ, quer dizer duas vezes cem ; 300 como (三 百) san baǐ, qer dizer três vezes cem ; etc.

Yi Chan:.

(Por / Yi Chang)

YOUTUBE

YOUTUBE

 


 

Compartilhar

Sobre o Autor

admin

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*



Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>