Forças Armadas Política Slideshow — 11 abril 2013

Após ter sido saqueado e humilhado por potencias estrangeiras, a China com seu Imperador que era tido como o “Filho do Céu” da corte manchu, iniciou um programa de modernização para se adaptar à nova ordem internacional.

Por volta do ano de 1839 o Reino Unido (UK) entrou em choque com a decadente China., porém a china não se achava decadente, e sempre dizia ser, como agora: (中国, Zhongguo – Nação do Meio)  “ 中国人“Zhongguo Ren “ povo do meio, isso era porque para os chineses, todo resto do mundo era de bárbaros, pagadores de tributos ao “Filho do Céu”  Imperador.

(ver em a Gerra do Ópio). Em resumo, a armada inglesa já era terrível naquela época, e facilmente dizimou todos os barcos chineses, e se apropriou, de Hong Kong  (香港 Xianggang ), que seu porto seria um ótimo local para o comércio.

Hoje, Hong Kong ( 香港 Xianggang ) é conhecido por seu horizonte repleto de arranha-céus e por seu profundo porto natural. Com uma área de 1,104 km² e uma população de mais de  sete milhões de pessoas, Hong Kong é uma das áreas mais densamente povoadas do mundo.

A população da cidade é composta por 95% de pessoas de etnia chinesa e 5% de outros grupos étnicos. A maioria chinesa Han, eu diria que isso deixa Hong Kong quase 100% achinesada, o que é um orgulho para pátria-mãe.

Nesse ponto temos que dar vivas a Rainha, e ao parlamento inglês; tal fizeram nas colônias da América, fizeram a Hong Kong, não apenas usufruíram do comércio, mas também, fizeram as infra-estruturas  necessárias ao seu desenvolvimento e o aproveitando de seu magnífico porto, o que cada vez mais contribui para os cofres britânicos e também para a população chinesa que lá cresceu com a liberdade que nunca  teriam na China.

Porque escrevo este artigo?

Horrorrrrrrrrrrr

Com os últimos acontecimentos na península coreana, a China a pouco ameaçou o Japão com  Armas Nucleares; os ânimos por todos os lados se afloram, por mais que o povo japonês ignore, o povo chinês nunca esqueceu, a dor e rastro de destruição e humilhação  que o exercito japonês causou no dia  13 de dezembro de 1937, quando tropas japonesas invadiram Nanquim, (Nanjing  南 京) então a capital da China republicana, deixando um rastro de destruição.

Das nações que invadiram o território chinês, o Japão foi quem deixou a mais terrível recordação com a  humilhação desonrosa ao povo chinês, e o que de nada honroso ficou ao povo japonês.

Nas seis semanas  seguintes ao dia 13/12/1937 , cerca de 20 mil mulheres, incluindo crianças de 10 anos foram estupradas e assassinadas,  segundo estimativas dos chineses, cerca 300 mil civis perderam as suas vidas.  
 
 O Horror que isso  causou ficou conhecido como O Massacre de Nanquim “  ou  “ Estupro de Nanquim “. 
 
Continuando em sua fúria bestial, os soldados japoneses reuniam milhares de prisioneiros de guerra, e também civis, e metralhavam todos, não satisfeitos com tamanha crueldade, pegavam suas espadas e decapitavam , mulheres e até crianças.
Estrangeiros que viviam na cidade na época da chacina, deixaram relatos escritos e entrevistas com sobreviventes dos dois lados da guerra, e também, filmes, que posteriormente foram usados como base do Documentário de Bill Guttentag e Dan Sturman, que recebeu o título-Nanking , lançado em 2007.
 
A China mesmo com todo um esforço de modernização, por volta do ano de 1930, ainda estava muito atrasada  como potência militar. O Japão de olho no imenso território chinês  tomou conta da Manchúria no ano de 1931, ainda, achando-se o legítimo guardião da civilização oriental continuou na caminhada expansionista. 
 
Já por volta do ano de 1932 os japoneses criaram o Estado de Manchuko, esse estado era comandado pelo o último imperador da China, Puyi;  esse governador era apenas um fantoche, um preposto das forças invasoras, que já vivia na concessão  japonesa de Tianjin , cerca de 120 Km. de Pequim. Seduzido pelo poder, Puyi apoiou a invasão, na esperança que as tradições de seus antepassados  Manchus fossem  restituídas.Se olharmos por esse ponto veremos que a articulação para o massacre teve origem interna, pois, foi com muita facilidade que os japoneses desencadearam uma série de atrocidades cotra uma população pacífica.  incluindo experiências biológicas cujos relatos parecem mais um show de horror; coisas que posteriormente foi também imitada pelo  nazista Josef  Mengele nos campos de concentração e extermínio dos inimigos do III Reich .
De vez em quando a China lembra que o Japão nunca se desculpou de maneira apropriada, por todas as atrocidades cometidas contra o povo chinês, e que não foi tão somente à população de Nanquim. 
 
Edit./Yi Chan
 

Yi Chan

 
 
 
 

 

 

 

Compartilhar

Sobre o Autor

admin

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*



Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>