Forças Armadas Política — 17 janeiro 2014

Aguardando o primeiro tiro:

O Presidente Lincoln estava, justamente aguardando que os Confederados dessem o primeiro tiro. 
(Por/J.Coutinho:.)

O inevitável acontece

No dia 20 de dezembro de 1860, a Carolina do Sul se afastou da União; em seguida seria Mississípi, Flórida, Alabama, Geórgia, Louisiana e Texas.

Logo após a deflagração do primeiro tiro pelos Confederados, o presidente Lincoln, como resposta convocou 75.000 voluntários para o Exército da União.

A seguir os rebeldes de quatro outros Estados aderiram aos rebeldes: Virgínia, Arkansas, Carolina do Norte e Tennessee. Os Estados da fronteira: Missouri, Kentucky, Maryland e Delaware não cultivavam algodão nem tinham escravos permaneceram à favor da União.

O conflito logo dividiu famílias e amigos, e também pôs em xeque a lealdade dos oficiais cujos Estados aderiram à Confederação.

As histórias das guerras são quase todas iguais: Quando a cavalaria dos confederados perseguia os solados do Norte, forçando-os na retirada de Bull Run Creek, um jornalista da época, escreveu o seguinte:

” Esta guerra é um conflito de dono de terras do Sul e os donos do dinheiros do Norte, na qual quem morria eram os pobres de ambos os lados.”

O presidente Lincoln astuto, disse: uma guerra não se ganha apenas no campo de batalha.

Em 22 de setembro de 1862, deu um golpe nos Confederados e agitou todo território dos Estados Unidos, anunciando o Decreto de Emancipação, que libertava todos os escravos em território rebelde.

Dessa forma, pretendia que em sua maioria, os negros sulistas dessem apoio ao Norte, houve fuga em massa para os campos da União enfraquecendo os Confederados, a partir de 1 de Janeiro de 1863 todos os escravos estavam virtualmente libertos, rezando para que a União ganhasse a Guerra.

Lincoln disse; “Chegou o momento em que percebi que a escravidão devia morrer para que a nação pudesse viver”.  Ele também decretou o Homestead Act, concedendo 65 hectares de terras no Oeste a todo pioneiro que permanecesse na área no minimo durante cinco anos, sem empregar a escravidão. Isso garantiu ao Norte boa parte dos colonos do Oeste.

Como se não bastasse a debandada dos negros em favor da União, o Norte também se aproveitou da grande estrutura industrial, aprimorando os armamentos de guerra; o mosquetão de um tiro foi substituído pelos rifles de vários tiros, a carabina Sharp de curta distancia, muito usadas pela cavalaria deram lugar às armas Spencer, de oito tiros. A nova tecnologia militar permitiu também modernizar os Canhões. os oficiais começaram usar pistolas para o combate corpo a corpo, as espadas ficaram par usar em ultimo caso; um acessório do oficial.

Link: Americana-BR. Pátria dos confederados – Guerra de Secessão 4/5

Link: Americana-BR. Pátria dos confederados – Guerra de Secessão 2/5

(Por/J.Coutinho)

J.Coutinho:.

Compartilhar

Sobre o Autor

admin

(0) Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*



Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>